Dúvidas

Discriminar ou descriminar


Discriminar ou descriminar? Como se escreve e qual a diferença? Uma letra é capaz de causar uma grande confusão na complexa língua portuguesa. Muitas palavras confundem na escrita e na fala. Esse é o caso entre as palavras discriminar e descriminar. Separadas pela diferença de uma letra e com a fala quase igual, são, na verdade, completamente distintas.

Discriminar ou Descriminar: aprenda a diferença entre as palavras

Esclareça agora as suas dúvidas quanto ao uso de cada uma e não erre mais!

Discriminar

 O verbo origina-se do latim “discriminare”. Dessa origem, então, explica-se o uso da vogal “i” em sua sílaba inicial. É utilizado para determinar tudo aqui que estabelece uma diferença, que separa, diferencia algo ou alguém.

A palavra tem alguns sinônimos na língua portuguesa, como separar e segregar. Além disso, é muito associada aos crimes de “discriminação” de qualquer ordem, já que a atitude parte do ato de discriminar uma pessoa.

Confira os vários exemplos em que pode aplicar o verbo:

  • As roupas estão discriminadas por cores no seu armário.
  • Ele discrimina as pessoas pela cor da pele, isso é errado.
  • É importante discriminar o que você pode ou não fazer.
  • Discriminar as pessoas pela orientação sexual é uma ideia ultrapassada.

Todas as palavras derivadas de “discriminar” sendo utilizadas no sentido igual, devem também ser escritas com “i” na sílaba inicial. Confira os exemplos:

  • Isso é um ato completamente discriminatório da sua parte.
  • A discriminação racial precisa ter fim nesse país!
  • Ele foi discriminado apenas por ser pobre e negro.
  • Os negros são os que mais sofrem com a discriminação.

Confira também a conjugação do verbo no Pretérito perfeito do indicativo:

  • (Eu) discriminei
  • (Tu) discriminaste
  • (Ele) discriminou
  • (Nós) discriminamos
  • (Vós) discriminastes
  • (Eles) discriminaram

Desciminar

Discriminar ou descriminar

Ao contrário do verbo acima, “descriminar” não tem nada a ver com segregar. O verbo significa inocentar, absolver. É formado pela união entre o prefixo “des”, que indica “ação contrária”, e o verbo “criminar”, sinônimo de acusar. Ou seja, descriminar é justamente tirar a culpa de algo ou alguém.

Confira alguns exemplos para entender melhor o verbo:

  • Descriminar as drogas é um tema sempre polêmico nas eleições.
  • Será que um dia irão descriminar aqueles inocentes?
  • Ele mandou descriminar você pelo erro.

As palavras derivadas do verbo são conhecidas, como descriminalizar e descriminalização. Veja os exemplos:

  • A descriminalização da maconha precisa ser discutida.
  • É importante descriminalizar alguns tipos de drogas.

Acompanhe a conjugação do verbo no pretérito perfeito do indicativo:

  • (Eu) descriminei
  • (Tu) descriminaste
  • (Ele) descriminou
  • (Nós) descriminamos
  • (Vós) descriminastes
  • (Eles) descriminaram

Discriminação e Descriminação

As duas formas também causam confusão na língua portuguesa. São utilizadas principalmente para abordar temas sociais e, por isso, podem acabar com o sentido completamente errado.

“Discriminação” deve ser pensado sempre como exemplo de preconceito. Uma dica é associá-la à discriminação racial, por exemplo. Já “Descriminação” é utilizado para falar de libertação, inocentação. Nesse caso, lembre-se sempre da descriminação da maconha.

Parônimos

O que explica o fenômeno linguístico entre Discriminar e Descriminar é a ocorrência das chamadas palavras parônimas. São palavras escritas e faladas de maneira parecida, mas com significados distintos.


Discriminar ou descriminar – Vídeo

Ainda com dúvidas? Discriminar ou descriminar? Como se escreve? Confira o vídeo a seguir:

Saiba mais:


One Comment

Deixe uma resposta