Dúvidas

Coco ou côco


Coco ou côco? Qual é o certo? Um acento pode fazer toda a diferença em uma palavra. São pequenas armadilhas do português que confundem e levam a maioria das pessoas a cometerem erros ortográficos. Esse é o caso da confusão entre “coco” e “côco”, que sempre deixa todo mundo na dúvida quanto à grafia.

Você sabia que apenas uma das duas formas está correta quando quer falar do fruto? Aprenda a seguir as regras sobre (Coco ou côco) e não se esqueça mais!

Coco ou côco: qual a forma correta?

Coco

Se você quer denominar o fruto do coqueiro, essa é a única forma correta: sem o acento circunflexo. Esse substantivo masculino é usualmente utilizado como referência ao fruto ou ao próprio coqueiro, mas também tem outros usos na língua portuguesa. Pode remeter ao crânio, ao “bicho-papão”, folclórico em histórias infantis, ou ainda a uma dança que seja feita em roda, uma vasilha, ou a ter muito dinheiro.

Confira nos exemplos cada uma dessas hipóteses da palavra:

  • Eu costumava subir no coqueiro todos os dias para buscar coco.
  • Estava muito difícil quebrar o coco para conseguir a água.
  • Você gosta de água de coco?
  • O meu coco está doendo desde aquele acidente com a porto.
  • Ele está cheio do coco, sorte do banco!
  • O coco foi criado para colocar medo nas crianças.
  • Onde está o coco com a comida?

Coco ou côco

Regra ortográfica

A justificativa para o substantivo não ter acento está na regra de acentuação das palavras paroxítonas. Como a última sílaba tônica, “coco” não leva acento, já que, de acordo com a regra, paroxítonas não são acentuadas.

Há apenas algumas exceções, visto que estamos falando da língua portuguesa. Somente paroxítonas terminadas nas seguintes condições podem admitir acento: r, x, n, l, ps, om, ons, um, uns, ã, ãs, ão, ãos e ditongos orais. Como termina com a voga “o”, coco não entra nessa exceção.

Cocô

Agora você pode se perguntar: “cocô” está errado? A palavra está errada apenas para indicar os sentidos que você viu acima, mas, em geral, ela também existe. Embora seja utilizada mais na linguagem informal como sinônimo de fezes ou até um adjetivo para algo ruim, também obedece a regras ortográficas. Como a sua última sílaba é a tônica, ela se caracteriza como uma oxítona. Portanto, recebe acento circunflexo.

Confira os exemplos:

  • Ele é uma criança ainda, acabou fazendo cocô durante a aula.
  • Essa bebida é um cocô, não gostei!
  • Você tem dificuldade para fazer cocô?

Saiba mais:

Coco ou côco – Vídeo

Como se escreve? É Coco ou côco? Confira o vídeo a seguir e tire todas as suas dúvidas.


Deixe uma resposta